• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Trabalhador
MENU

UNE avisa: estudantes vão derrotar Bolsonaro!

Ruas de Catalão, Ceres, Rio Verde, Goiás e Posse foram tomadas por manifestantes. Em Goiânia será às 15h, na Praça Universitária

Publicado: 30 Maio, 2019 - 11h22 | Última modificação: 30 Maio, 2019 - 16h02

Escrito por: Maísa Lima

João Wagner
notice
Catalão, a 261 km de Goiânia: estudantes da UFCat e do IF protestam contra cortes orçamentários

O #30M em Goiás começou nesta quinta-feira (30) com passeatas em Catalão, Ceres e Posse; concentração em Rio Verde e roda de conversa na cidade de Goiás e aula na rua em Posse. Muitos outros atos ainda estão programados para acontecer à tarde, inclusive o de Goiânia, marcado para as 15 horas, na Praça Universitária.

Tiago GebrimTiago Gebrim
Em Ceres, a 180 km de Goiânia, passeata terminou no ginásio

Enquanto os protestos aconteciam nestas cidades, no estúdio da Rádio Trabahador - www.radiotrabalhador.com.br - estavam sendo entrevistados a diretora da União Nacional dos Estudantes (UNE), Thaís Falone; e os presidentes da Associação dos Professores da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (Apuc), João Batista Valverde; e do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Publico Federal (Sintsep-GO), Ademar Rodrigues. 

Thaís e João Batista Valverde estarão na Praça Universitária às 15h

Para Valverde, a sociedade está começando a entender o ataque que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) está fazendo às universidades e frisou que os cortes orçamentários afetam também as instituições privadas. "Na PUC Goiás tínhamos no ano passado 5 mil bolsistas da Bolsa Universitária da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). O governo Marconi Perilllo (PSDB) deixou de pagar oito meses. O Fundo de Financimento Estudanrtil (Fies) também está atrasado. Isso impacta diretamente os estudantes bolsistas das universidades privadas".

Professor RonaldoProfessor Ronaldo
Em Posse, a 513 km de Goiânia, professores da UEG mostram produção

Thaís criticou os ataques constantes de que as entidades estudantis, movimentos sociais e sindicatos vêm sofrendo por parte de Bolsonaro e reforçou a importância de todos se juntarem às manifestações deste #30M, lembrando que, em Goiânia (GO), será às 15 horas, na Praça Universitária.

Ademar aproveitou para fazer duras críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF). "Virou partido político. Onde já se viu fazer pacto entre os poderes parra empurrar goela abaixo dos brasileiros esta Reforma da Previdência que só faz retirar direitos dos mais pobres", questiona. 

Ana RaquelAna Raquel
Roda de conversa na cidade de Goiás

A diretora da UNE foi enfática: "Vamos derrotar o Bolsonaro. Se não for na institucionalidade, será nas ruas. E para o governador Ronaldo Caiado (DEM), o recado é o mesmo. Ele tentou retirar o vale transporte de 62 mil estudantes e teve de recuar".