• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Sindsaúde comemora vitórias na Justiça

Enquanto isso, vigília em favor da democracia e do presidente Lula em frente à Justiça Federal no decorrer desta segunda-feira (26)

Publicado: 26 Março, 2018 - 14h41

Escrito por: Maisa Lima, assessora de Comunicação da CUT Goiás

notice

As convidadas do programa Antena Ligada desta segunda-feira (26), que vai ao ar das 10 às 11 horas pela Rádio Trabalhador (www.radiotrabalhador.com.br) foram a presidente e a diretora do Sindicato dos Trabalhadores no Sistema Único de Saúde de Goiás (Sindsaúde-GO), Flaviana Alves e Irani Tranqueira. Apesar da luta incessante pelos direitos da categoria - muitos gestores se recusam até mesmo a pagar a Data-Base - elas compartilharam com os ouvintes e o jornalista Roberto Nunes duas vitórias.

Uma delas, a decisão da Justiça para que o Hospital Geral de Goiânia (HGG) tenha 100% dos seus servidores na condição de concursados. "Ao vencer a concorrência para assumir esta unidade, o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (IDTECH) havia feito esse compromisso, mas já no contrato com o Estado voltou atrás, o que resultou, ainda em 2012, em uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual (MPE-GO)", informou Flaviana. 

Com esse resultado, o IDTECH terá que chamar de volta os servidores que havia dispensado. "É uma vitória da população, que agora contará com atendimento feito por profissionais realmente aptos a prestá-lo", completa Irani. 

Ainda nesta segunda-feira, às 17 horas, na sede da Central Única dos Trabalhadores no Estado de Goiás (CUT Goiás) - Rua 70, nº 661, Centro, haverá uma assembleia dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias. Na ocasião lhes será comunicada outra vitória: a decisão judicial que obriga a Prefeitura de Goiânia a pagar o retroativo do piso nacional da categoria. Já na quarta-feira (28), às 8 horas, assembleia geral do Sindsaúde, em frente à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

Vigília

O Antena Ligada conversou ainda, por telefone, com a presidenta estadual do PT-GO, Kátia Maria. Movimentos sociais e militantes de esquerda fazem nesta segunda-feira (26) uma vigília em frente à Justiça Federal, localizada na Rua 19, Centro de Goiânia (GO). Conforme Kátia, o objetivo é denunciar a sistemática perseguição da mídia tradicional e do Judiciário ao presidente Lula. "Querem condená-lo por um crime que não cometeu, exclusivamente para tirá-lo da disputa eleitoral", afirmou. A vigília começou às 9 horas e iria permanecer até o início da noite.

carregando