• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Rádio Trabalhador abre espaço para saúde mental e população em situação de rua

Programa Fala Desencuca vai ao ar toda quinta-feira, das 15 às 16 horas

Publicado: 29 Novembro, 2018 - 12h32 | Última modificação: 29 Novembro, 2018 - 12h51

Escrito por: Maísa Lima

Maísa Lima
notice
Heloísa, Thiago e Wyllen (C) põem no ar o primeiro Fala Desencuca

Nesta quinta-feira (29) a Rádio Trabalhador (www.radiotrabalhador.com.br) leva ao ar a segunda edição do programa Fala Desencuca, uma parceria com o Coletivo Desencuca e o Movimento População de Rua. Inclusive, o programa de hoje será conduzido pelo Movimento POP de Rua, com o auxílio técnico de Wyllen Rodrigues, da equipe de Comunicação da Central Única dos Trabalhadores no Estado de Goiás (CUT Goiás). O programa é semanal (toda quinta-feira), das 15 às 16 horas.

Para quem não conhece, o Coletivo Desencuca reúne pressoas da luta antimanicomial, estudantes universitários, pesquisadores, famílias e amigos que se aproximaram pela arte, cuidado, partilha e convivência em torno dos pacientes da saúde mental. Defende a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do Sistema Único de Saúde (SUS) e os direitos sociais.

Trabalha com as pessoas excluídas socialmente através de um bloco de percussão, cineclube, rodas de conversa, mostras de arte e performances teatrais de rua. Também contribui com o cuidado em saúde mental por meio da redução de danos, oferecendo recursos da arte e cultura como alternativas para a vida sustentável, enquanto busca uma sociedade justa e solidária.

Para a psicóloga Heloíza Massanaro, membro do Desencuca, o programa de rádio poderá ampliar o debate da saúde mental e direitos sociais e dar visibilidade a pessoas invisíveis socialmente, como no caso daquelas com transtornos mentais e a população de rua, cuja luta e resistência diária tem muito a nos dizer. "Para estes coletivos, formados na maioria por desempregados ou em situação de subemprego, participar da Rádio trabalhador é estar num lugar emblemático, que revela o centro da questão: a relação da vida com o trabalho e o planeta", pontua.

Os programas são organizados de forma a evoluir o tema proposto, utilizando recursos como entrevista com protagonista do dia, que revela sua história de lutas, dores e conquistas; vídeos e fotos de eventos e pesquisas de colaboradores; debates esclarecendo leis, portarias e decretos correlatos; comentários sobre as manchetes da semana que interferem na vida; gravações ao vivo em eventos e manifestações.

carregando
carregando