• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Trabalhador
MENU

Nota de Pesar pela morte do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela

Maguito, 71 anos, faleceu em decorrência de complicações da Covid 19

Publicado: 13 Janeiro, 2021 - 10h51 | Última modificação: 13 Janeiro, 2021 - 11h44

Escrito por: Maísa Lima

G1
notice

Nota de Pesar

A Central Única dos Trabalhadores no Estado de Goiás (CUT-GO) lamenta a morte do prefeito licenciado de Goiânia (GO), Maguito Vilela (MDB), 71 anos, em decorrência de complicações da Covid 19. Foram mais de 80 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP).

Em sua trajetória política Maguito foi vereador, deputado estadual e federal e vice-governador. Também foi governador de Goiás entre 1995 e 1998, quando disputou e ganhou a eleição para senador. Antes de se eleger prefeito de Goiânia em 2020, ocupou o mesmo cargo em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, por duas vezes, em 2008 e 2012.

Goiânia perde o seu prefeito e o País assiste estarrecido a escalada dos óbitos em virtude da pandemia. Já são mais de 200 mil mortes e quase 10 milhões de pessoas contaminadas.

Mortes que poderiam ter sido evitadas, não fosse o descaso e omissão do governo federal em coordenar um plano nacional envolvendo estados e municípios no enfrentamento à pandemia de forma efetiva e eficiente.

A CUT seguirá lutando pela garantia das condições de trabalho dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde e pelo fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e de suas políticas tão necessárias à proteção, promoção e recuperação da saúde das pessoas.

Ao mesmo tempo continuaremos sensibilizando a população para a adoção das medidas de proteção contra o coronavírus e na luta pela garantia das condições de vida com a manutenção do auxílio emergencial e proteção dos empregos.

Para acabar com tanto sofrimento é necessário que sejam disponibilizadas vacinas para toda a população. Não podemos continuar perdendo vidas como consequência do menosprezo, descaso, negacionismo e adoção de medidas que desconsideram as evidências científicas no controle e combate à pandemia por parte do governo federal.

A CUT Goiás se solidariza com a família, amigos e correligionários de Maguito Vilela e junta-se à expectativa de todos os goianienses de que o vice-prefeito Rogério Cruz (Republicanos) possa fazer uma administração que faça jus às necessidades da cidade e sua população.

Goiânia, 13 de janeiro de 2021

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES NO ESTADO DE GOIÁS