• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Trabalhador
MENU

Goiás realiza Plenária Estadual do FNDC e elege delegada para a Nacional

Nesta sexta-feira (9) terá início a 23ª Plenária do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), que acontecerá de forma virtual

Publicado: 06 Outubro, 2020 - 16h51 | Última modificação: 07 Outubro, 2020 - 18h42

Escrito por: Maísa Lima

notice

Nesta sexta-feira (9) terá início a 23ª Plenária do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC). Ela acontecerá de forma virtual. Serão três debates temáticos – dias 9, 13 e 16 de outubro, sempre às 19 horas. No dia 17, sábado, o dia todo está reservado para o debate das teses de conjuntura, balanço e plano de ação para o FNDC no próximo período. Também acontecerá a eleição da nova Coordenação Executiva e do Conselho Deliberativo.

Participam da plenária delegados e delegadas eleitas nas plenárias estaduais e indicadas pelas entidades nacionais filiadas.

A Plenária Estadual de Goiás, realizada nesta terça-feira (6), elegeu como delegada Maísa Lima, que compõe a direção do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Goiás (Sindjor-GO) e também responde pela Assessoria de Comunicação da Central Única dos Trabalhadores no Estado de Goiás (CUT Goiás). Como suplente, Michely Coutinho, representante de várias entidades, entre elas do Centro Popular da Mulher (CPM/UMBgo) e do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior do Estado de Goiás (SINT-IFESgo). Também podem participar observadores com direito a voz. Para se inscrever e participar da plenária basta acessar: https://doity.com.br/fndc2020. Também podem participar observadores com direito a voz. Para se inscrever e participar da plenária basta acessar: https://doity.com.br/fndc2020

O FNDC é uma organização social sem fins lucrativos, que congrega entidades da sociedade civil para enfrentar os principais problemas da área. Afinal, a democracia não pode existir sem a efetiva democratização dos meios de comunicação.

São mais de 500 entidades filiadas, entre associações, sindicatos, movimentos sociais, organizações não-governamentais e coletivos que se articulam para denunciar e combater a grave concentração econômica na mídia, a ausência de pluralidade política e de diversidade social e cultural nas fontes de informação, os obstáculos à consolidação da comunicação pública e cidadã e as inúmeras violações à liberdade de expressão.

"O FNDC foi ator importante de ações que contribuíram para ampliar a luta e aumentar a consciência na sociedade sobre a necessidade de se democratizar a comunicação no Brasil. Por isso é imprescindível que Goiás volte a contribuir para esse debate", salienta Iêda Leal, secretária de Comunicação CUT Goiás.