• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT e Sintego convocam para reação ao racismo

Reunião na Central e manifestação no TJ-GO vão marcar o 21 de Março - Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial

Publicado: 20 Março, 2018 - 11h55

Escrito por: Maisa Lima, assessora de Comunicação da CUT Goiás

notice
 
A Secretaria de Igualdade Racial da Central Única dos Trabalhadores no Estado de Goiás (CUT Goiás) e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) farão uma reunião nesta quarta-feira (21), das 8 às 17 horas, na sede da CUT (Rua 70, nº 661, Centro). O objetivo é discutir a adesão ao Abraço Negro e o lançamento da campanha Racismo é Crime 2018.
 
O Abraço Negro é uma atividade que envolve centenas de estudantes de escolas públicas, professores e entidades parceiras. No ano passado, em Goiânia (GO), o abraço coletivo foi ao redor da Praça Tamandaré, no Setor Oeste, na manhã do dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra e de Zumbi dos Palmares. Acontece também em várias cidades do interior, numa iniciativa do Sintego.
 
“É importantíssima a participação dos(as) presidentes(as) dos sindicatos filiados à CUT, assim como dos(as) seus/suas secretários(as) de Igualdade Racial, nesta reunião”, pontua a secretária de Igualdade Racial da CUT Goiás, Roseane Ramos.
 
 
O dia 21 de março é o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial, daí se vê que a escolha da data desta reunião não foi aleatória. Inclusive, às 13 horas, o Movimento Negro Unificado (MNU), cuja coordenadora nacional é a vice-presidenta da CUT Goiás, Iêda Leal, fará uma manifestação em frente ao Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) – Avenida Assis Chateaubriand, 195, Setor Oeste, às 13 horas.
 
“O MNU está chamando para manifestações em todo o Brasil, nesse momento em que tem aumentado significativamente as execuções do povo negro, a exemplo da vereadora carioca Marielle Franco. Não nos calarão! Exigimos justiça para o povo negro”, afirma Iêda, que também é secretária de Combate ao Racismo da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).
carregando