• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Trabalhador
MENU

Bia reivindica antecipação da segunda dose da vacina para professores

Solicitação foi feita ao prefeito de Goiânia e Rogério Cruz diz já estar tratando da questão

Publicado: 29 Junho, 2021 - 19h13

Escrito por: Maísa Lima

Déborah Queiróz
notice

A presidenta da Central Única dos Trabalhadores no Estado de Goiás (CUT-GO) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) Bia de Lima solicitou ao prefeito de Goiânia, Rogério Oliveira da Cruz (Republicanos), que antecipe a segunda dose da vacina para completar a imunização da categoria antes do retorno presencial às aulas no segundo semestre.

“Sem que professores e administrativos estejam imunizados completamente contra a Covid-19 é muito arriscado e deixa a todos inseguros”, salientou Bia.

O prefeito concordou e declarou que já está tratando desta questão, junto com o secretário municipal de Educação, Wellington Bessa.

A conversa aconteceu na tarde desta segunda-feira (28), durante audiência no Paço Municipal, solicitada pelo vereador Marlon (Cidadania).

Goiânia começou a vacinar os profissionais da Educação no dia 27 de maio. “Logo será possível cumprir os prazos e antecipar a segunda dose, antes das aulas presenciais nas escolas municipais de Goiânia”, assinalou a sindicalista.

Data-Base
Bia também aproveitou a audiência para tratar da data-base dos administrativos da Educação municipal, que não foi paga em 2020 e nem em 2021. O Sintego inclusive já havia oficiado o prefeito Rogério Cruz em audiência realizada no início do ano. Na ocasião, o prefeito reafirmou seu compromisso em resolver a pendência.

Agora Rogério Cruz afirmou que todos os estudos já foram feitos e que está pronto para pagar, aguardando posição da Procuradoria do Município. O prefeito acredita que nos próximos dias Projeto de Lei (PL) neste sentido será enviado à Câmara Municipal.